Ir para o conteúdo

Domingo - 27 de Novembro de 2022
19º
Previsão para27-11-2022
30º
Prefeitura  de Coroados - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
09
09 AGO 2017
SEMANA DE PREVENÇÃO E CONTROLE DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 07 A 11 DE AGOSTO 2017
enviar para um amigo
receba notícias

Em Coroados, durante a Semana de Prevenção da Leishmaniose Visceral, funcionários da Vigilância Sanitária atuarão orientando a população sobre as medidas de controle da doença, voltadas principalmente para o controle do vetor (mosquito), através de visita a residências e atividades educativas.


O QUE SÃO LEISHMANIOSE:

As leishmanioses são doenças infecciosas causadas por parasitos transmitidos ao homem por insetos bem pequenininhos, chamados flebótomos.


QUE TIPOS DE LEISHMANIOSES EXISTEM NO BRASIL?

No Brasil ocorrem duas formas: leishmaniose tegumentar (ou cutânea) e leishmaniose visceral.


O QUE É LEISHMANIOSE TEGUMENTAR?

A leishmaniose tegumentar também chamada de leishmaniose cutânea porque afeta a pele e mucosas. Ela é encontrada em todos os Estados brasileiros e, dependendo da região, é transmitida por diferentes vetores.


O QUE É LEISHMANIOSE VISCERAL?

A leishmaniose visceral é uma doença grave, que afeta o fígado, o baço e a medula óssea e atinge principalmente crianças. Ela ocorre em todas as regiões brasileiras.


QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA LEISHMANIOSE VISCERAL?

Os principais sintomas são febre prolongada, fraqueza, emagrecimento, anemia e barriga inchada, por causa do aumento do fígado e do baço. Se não receber o tratamento adequado, ou demorar a ser diagnosticada, a leishmaniose visceral pode levar a morte.


COMO EVITAR AS LEISHMANIOSE?

É possível evitar as leishmanioses protegendo-o do inseto vetor, o flebótomo. O horário de atividade deste inseto é principalmente no final da tarde, mas ele também age no início da noite até as primeiras horas da manhã. Ao notar qualquer um dos sintomas, procure um médico.


EXISTE TRATAMENTO PARA LEISHMANIOSES?

O Sistema Ùnico de Saúde (SUS) oferece tratamento específico e gratuito para as leishmanioses em unidades em unidades de saúde de todo país. O tratamento é feito através de remédios, repouso e boa alimentação, como recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Quanto antes o tratamento for iniciado, maior a possibilidade de recuperação e cura.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia